Ser Poeta…..

Ser Poeta

Ser poeta é ser mais alto, é ser maior

Do que os homens! Morder como quem beija!

É ser mendigo e dar como quem seja

Rei do Reino de Aquém e de Além Dor!

É ter de mil desejos o esplendos

E não saber sequer que se deseja!

É ter cá dentro um astro que flameja,

É ter garras e asas de condor!

É ter fome, é ter sede de Infinito!

Por elmo, as manhãs de oiro e cetim…

É condensar o mundo num só grito!

E é amar-te, assim, perdidamente…

É seres alma e sangue e vida em mim

E dizê-lo cantando a toda a gente!

(Florbela Espanca, «Charneca em Flor», in «Poesia Completa»)

(To be a poet is to be taller, is to be increased

Than men! Biting as who kisses!

It’s become a beggar and give as who is

King of the Kingdom of Behind and Beyond the Pain!

You have a thousand wishes the esplendos

And do not even know you want to!

You have here inside a star that flashes,

You have claws and wings condor!

You have hunger, thirst is Infinite!

By elmo, mornings of gold and satin …

It condenses the world into a single cry!

And it’s love you thus hopelessly …

It beings soul and blood and life into me

And say it singing to everyone!)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s